Pessoas subestimam riscos ligados à maconha.

Nunca antes a maconha esteve tão difundida quanto nos dias atuais. Muitos debates a favor da droga têm acontecido ao redor do mundo. A principal alegação utilizada pelos grupos são seus benefícios para diversas doenças, entre elas a esquizofrenia, o que já foi comprovado cientificamente o contrário. Como proposta dos grupos, resulta o pedido da liberação das drogas, acabando seu tráfico.

Mas a Fundação Britânica do Pulmão (British Lung Foundation) foi além e decidiu realizar um levantamento com 1000 adultos para saber a opinião das pessoas a respeito da droga. Os resultados foram bastante surpreendentes.

Das 1000 pessoas participantes, um terço acredita, erroneamente, que a maconha não prejudica a saúde. Destes, 88% pensam que os cigarros de tabaco seriam mais prejudiciais do que os de maconha. Um cigarro da droga equivale igualmente aos riscos de um maço de cigarros.

88% dos adultos pensam que os cigarros de tabaco seriam mais prejudiciais do que os de maconha – quanto um cigarro da droga equivale igualmente aos riscos de um maço de cigarros.

Segundo o artigo “O pseudo uso terapêutico da maconha”, do terapeuta e diretor da Clínica Viva em Goiânia, José Norberto Fiuza, que já foi divulgado aqui em nosso blog, existem normas que dizem que a dependência em maconha é uma doença. “No CID  (Código Internacional de Doenças) o cannabismo ou o uso de maconha, é classificado como ‘Transtorno Mental e de Comportamento’ e é considerado uma doença com sintomatologias orgânicas, emocionais, psíquicas e comportamentais graves.”, disse o terapeuta.

Em novo relatório divulgado pela British Lung Foundation ainda diz que há ligações científicas entre fumar maconha e a ocorrência de tuberculose, bronquite aguda e câncer de pulmão. Além disso, o uso de cannabis tem sido associado ao aumento de possibilidade de o usuário desenvolver problemas de saúde mental, como a esquizofrenia.

Parte da razão disto é que as pessoas, ao fuma maconha fazem inalações mais profundas e mantêm a fumaça por mais tempo do que quando fumam um cigarro de tabaco. Cada cigarro de maconha aumenta a chance de desenvolver câncer de pulmão é equivalente aos riscos de quem fuma um pacote inteiro de 20 cigarros de tabaco, adverte a BLF.

FONTE: http://ctviva.com.br/blog/pessoas-subestimam-riscos-ligados-a-maconha/#more-1699

Deixe um comentário

*

captcha *